Álbum da Severo em Marcha ganha reedição digital

Um dos nomes mais importantes do rock em Porto Alegre no final da última década, a banda Severo em Marcha começa a ter sua obra resgatada em formato digital. O 180 Selo Fonográfico acaba de disponibilizar em uma série de plataformas online o álbum O Tempo É Quando Eu Quero. Lançado originalmente em 2008, esse primeiro trabalho do grupo marcou época na história do rock gaúcho.

Severo em Marcha (foto por Ricardo Lage)

Agora, esse disco pode ser conferido em serviços de streaming e baixado em páginas de download, como iTunes, Spotify, Deezer, Amazon, Google Play, Rdio, OneRPM, entre outros.

Um história pra contar

A Severo em Marcha surgiu das cinzas de outras duas bandas bem atuantes no cenário independente do norte do Rio Grande do Sul: a Rabo de Peixe e a Branco Lareira. Começaram a chamar a atenção na capital gaúcha a partir de uma performance inspirada que foi veiculada num programa de TV local (clique aqui e confira). A música em questão, O tempo é quando eu quero, acabou dando nome ao único álbum do grupo. Em uma época em que o Youtube ainda era uma novidade, o vídeo ajudou a criar uma expectativa em torno do grupo.

Formato precursor

Severo em Marcha - O tempo é quando eu quero (2008)Trazendo um rock pesado, composições marcantes ensaiadas à exaustão e ótimas letras, o disco inovou em uma série de fatores. Primeiramente pelo seu formato: com cerca de 28 minutos e apenas 8 faixas, O Tempo É Quando Eu Quero é quase um EP expandido. Entretanto, sua coesão sonora e conceitual lhe conferem uma indefectível característica de álbum.

O disco foi lançado em um formato singular: o SMD (Semi Metalic Disc), um tipo de CD de baixo custo desenvolvido exclusivamente no Brasil. O álbum vinha encartado em uma revista pôster com fotos, letras, ficha técnica, e que custava apenas R$ 6. O preço acessível aliado ao trabalho constante da banda realizando shows na capital e por todo o interior permitiu que a Severo em Marcha rapidamente conquistasse uma base substancial de fãs.

Produção de luxo

Com uma direção artística invejável, o título contou com uma produção musical de luxo. Cada faixa foi produzida por um nome marcante do cenário musical gaúcho. Estão ali, atuando nos bastidos do disco, Vini Tonello, Ray Z (Júpiter Maçã e, hoje, Phantom Powers), Paulo Arcari (TNT e Tenente Cascavel), Luciano Albo (Cascavelletes), Luciano Leães (Locomotores, Acústicos e Valvulados), Duca Leindeker (Cidadão Quem e Pouca Vogal), Alexandre Birck (Graforréia Xilarmônica), Luciano Dorfman (Engenheiros do Hawaii) e Iuri Freiberger (Tom Bloch e Hard Workin’ Band).

O videoclipe

Quando foi lançado em 2009 o videoclipe de Bad Love (Yes, I Feel A Bad Love), dirigido pelo cubano Juan Zapata, a Severo em Marcha começou a chamar a atenção em nível nacional através da MTV, e especialmente por uma crítica elogiosa do jornalista Lucio Ribeiro (na época, um dos nomes mais respeitados da crítica musical rock no país).

Outro versos

Atento ao espírito do seu tempo, o quarteto resolveu realizar o segundo álbum de uma maneira ímpar: gravariam e uma faixa por vez e trabalhariam cada música individualmente como single. Depois, todas elas seriam reunidas e lançadas como um disco.

Severo em Marcha (foto Ricardo Lage)Assim, lançaram Mudar de ar em 2010 e Você ainda pode ser minha amiga no início de 2011. A primeira, conta com Edu Meireles no baixo, já a segunda com Eduardo Barretto. As duas faixas serão relançadas em formato digital pelo Selo180 em breve.

Aftermath

A banda anunciou um hiato quando o baterista Reynaldo Migliavacca foi estudar na Europa. Rapidamente, todos os integrantes começaram a se dedicar a outros projetos. Ricardo Sabadini toca no Conjunto Bluegrass Portoalegrense, na Ladeira String Band e acompanha outros artistas como Alemão Ronaldo em turnê. Gustavo Chaise toca no Cumbia Libre, Chichadélicos, além dos projetos Chaise Brothers, Cabaré Royal, e acompanha artistas como Wander Wildner. Na Inglaterra, Reynaldo integrou a Charly Coombes & The New Breed. No momento, o baterista está se dedicando a uma nova banda intitulada Lowly Hounds.

Compre/Baixe/Ouça:

(Lester Benga)

Comentários

Comentários